SOBRE AS FESTAS DE FIM DE ANO

"(...)
Muita coisa a gente faz seguindo o caminho que o mundo traçou, seguindo a cartilha que alguém ensinou seguindo a receita da vida normal.

Mas o que é vida afinal?
Será que é fazer o que o mestre mandou, é comer o pão que o diabo amassou, perdendo da vida o que tem de melhor?"

Carlos Colla e Gilson - autores da canção Verdade Chinesa

O fim de ano chegou e está aberta a temporada das festas. Os enfeites, o movimento nas ruas, as propagandas quase sempre com o cenário da família numerosa, feliz e com uma mesa farta. Este é o modelo de festas que costumamos ter em mente ou que nos ensinam a considerar "o perfeito" e algumas pessoas fazem grandes sacrifícios para se enquadrar. Todavia importa pensar em quem não pode cumprir à risca este modelo.

As festas de fim de ano são para algumas pessoas no mundo, catalizadoras de processos depressivos. A onda de comemorações que em geral motivam reuniões familiares e de amigos, costumam causar profunda angústia para pacientes com histó…

DOE VIDA: DETALHES A QUEM SE INTERESSAR





Doar sangue é um gesto de amor e solidariedade, assim como salva vidas! Para doar é preciso estar em boas condições de saúde, pesar no mínimo 50kg, ter entre 19 e 69 anos (sendo que a primeira doação tenha sido feita até os 60 anos), estar descansado e alimentado


A partir dos 16 anos, o jovem pode doar com autorização dos responsáveis. Resfriados, anemia, gravidez, amamentação, ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação, tatuagem e piercing realizados nos últimos 12 meses impedem a doação temporariamente. Em alguns casos, a proibição de doar é definitiva, como a evidência clínica e laboratorial de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue (hepatites, AIDS e doença de Chagas), uso de drogas ilícitas injetáveis, ou paciente que recebeu enxerto.


Foi retirado de um calendário religioso e não tinha autor. Aqui no Rio de Janeiro, temos o Hemorio.

Comentários