Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

A PRINCESA DA ÁGUA DA VIDA: UMA HISTÓRIA DA TRADIÇÃO SUFI

Imagem
Homenageando todas as culturas de transmissão oral de conhecimento, que possamos desenvolver nossa imaginação, reencenando dentro de nós aqueles tempos longíquos ao redor da fogueira sob o céu estrelado ouvindo histórias. O encanto de ler ou ouvir uma história, suponho que atravessa todas as culturas.
Para todos nós Príncipes e Princesas da Água da Vida que possamos não nos impressionar com as calamidades que nos acontecem e seguirmos os caminhos que nos competem. O blog PSICOLOGIA EM FOCO deseja um Natal de muita Paz e um 2017 que sejamos vigorosos e incansáveis frente ao que o novo ano nos traz e assim colhermos as alegrias do caminhho que certamente nos estão reservadas! Espero que gostem...

TRADUZIR-SE: DESCOBRINDO A POESIA DE FERREIRA GULLAR

Imagem
TRADUZIR-SE
Uma parte de mim
é todo mundo;
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo. Uma parte de mim
é multidão:
outra parte estranheza
e solidão. Uma parte de mim
pesa, pondera;
outra parte
delira. Uma parte de mim
almoça e janta;
outra parte
se espanta. Uma parte de mim
é permanente;
outra parte
se sabe de repente. Uma parte de mim
é só vertigem;
outra parte,
linguagem. Traduzir-se uma parte
na outra parte
— que é uma questão
de vida ou morte —
será arte? Ferreira Gullar

Estou descobrindo a poesia. Nunca fui de ler muita poesia, não sou daquelas que recitam versos de memória, sabe dos autores e estilos, mas começo a perceber que a poesia é a expressão da palavra que não é domesticada. A palavra pode ser além dos significados atribuídos, da norma culta. Fui percebendo que a poesia exercita em mim uma observação e um estado de alerta que auxilia na minha prática, pois a palavra pode ter muitos sentidos... Compreender a poesia do outro, a poesia da sua dor e a poesia da sua "cura" no l…

ADOLESCÊNCIA E SEXUALIDADE: "PAPO RETO" NUM CAMINHO POUCO EXPLORADO

Imagem
Por Regina Bomfim
O intuito deste texto não é fazer uma descrição pormenorizada do fenômeno da adolescência por considerar que o leitor neste contexto não está em busca de definições técnicas detalhadas que certamente podem ser instrutivas, mas também podem produzir em quem lê um sentimento de se sentir anormal ou de satisfação por estar vivenciando uma ou outra etapa. 


DOE VIDA: DETALHES A QUEM SE INTERESSAR

Imagem
Doar sangue é um gesto de amor e solidariedade, assim como salva vidas! Para doar é preciso estar em boas condições de saúde, pesar no mínimo 50kg, ter entre 19 e 69 anos (sendo que a primeira doação tenha sido feita até os 60 anos), estar descansado e alimentado

A partir dos 16 anos, o jovem pode doar com autorização dos responsáveis. Resfriados, anemia, gravidez, amamentação, ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação, tatuagem e piercing realizados nos últimos 12 meses impedem a doação temporariamente. Em alguns casos, a proibição de doar é definitiva, como a evidência clínica e laboratorial de doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue (hepatites, AIDS e doença de Chagas), uso de drogas ilícitas injetáveis, ou paciente que recebeu enxerto.

Foi retirado de um calendário religioso e não tinha autor. Aqui no Rio de Janeiro, temos o Hemorio.