UM PAPO SOBRE ECONOMIA

Photo by Olu Eletu on Unsplash
Será que para ter afeto, se sentir respeitado, você precisa abrir mão de si mesmo? Será que na economia dos sentimentos acaba sempre sendo um preço muito caro a ser pago?

Regina Bomfim



CRIADOR E CRIATURA

​"Toda criatura é a sua própria criação."

Schopenhaer.

​​

De tempos em tempos, gosto de usar pequenas frases com imagens que chamo de gotas. A intenção é estimular a sensação do inacabado, como as reticências usadas pela professora para completar com "a palavra certa", só que aqui significa convidar o leitor para criar a sua própria frase ou continuar destrinchando o que entendeu da frase acima e quem sabe comece a montar um diário com seus próprios escritos sobre o que entende a vida, suas experiências e assim comece um diálogo consigo mesmo. 

Criar, estimular a criatividade tão necessária, achar a motivação. Sempre escrevi muito sem a menor pretensão literária e isso me salvou e salva até hoje porque, na minha opinião, a escrita promove uma aproximação e um afastamento de si mesmo muito semelhante à psicoterapia. Fico feliz se o blog com o que publica, provocar esse movimento de criação e busca de saúde. Porque sempre podemos falar de prevenção.  O surto pode ser evitado e a ajuda profissional pode sr acionada quando se perceber que a tarefa é além de suas forças.

A fonte da saúde e do acerto está em nós, a questão é que por muitas influências externas acabamos nos perdendo de nós mesmos, mas um dia soubemos o caminho e a psicoterapia é junto com o cliente retomar este caminho sabido para no fim seguir sozinho se auto regulando, ouvindo os seus próprios sinais. Você ouve os seus sinais?

Regina Bomfim

Comentários