SOBRE AS FESTAS DE FIM DE ANO

"(...)
Muita coisa a gente faz seguindo o caminho que o mundo traçou, seguindo a cartilha que alguém ensinou seguindo a receita da vida normal.

Mas o que é vida afinal?
Será que é fazer o que o mestre mandou, é comer o pão que o diabo amassou, perdendo da vida o que tem de melhor?"

Carlos Colla e Gilson - autores da canção Verdade Chinesa

O fim de ano chegou e está aberta a temporada das festas. Os enfeites, o movimento nas ruas, as propagandas quase sempre com o cenário da família numerosa, feliz e com uma mesa farta. Este é o modelo de festas que costumamos ter em mente ou que nos ensinam a considerar "o perfeito" e algumas pessoas fazem grandes sacrifícios para se enquadrar. Todavia importa pensar em quem não pode cumprir à risca este modelo.

As festas de fim de ano são para algumas pessoas no mundo, catalizadoras de processos depressivos. A onda de comemorações que em geral motivam reuniões familiares e de amigos, costumam causar profunda angústia para pacientes com histó…

CRIADOR E CRIATURA

​"Toda criatura é a sua própria criação."

Schopenhaer.

​​

De tempos em tempos, gosto de usar pequenas frases com imagens que chamo de gotas. A intenção é estimular a sensação do inacabado, como as reticências usadas pela professora para completar com "a palavra certa", só que aqui significa convidar o leitor para criar a sua própria frase ou continuar destrinchando o que entendeu da frase acima e quem sabe comece a montar um diário com seus próprios escritos sobre o que entende a vida, suas experiências e assim comece um diálogo consigo mesmo. 

Criar, estimular a criatividade tão necessária, achar a motivação. Sempre escrevi muito sem a menor pretensão literária e isso me salvou e salva até hoje porque, na minha opinião, a escrita promove uma aproximação e um afastamento de si mesmo muito semelhante à psicoterapia. Fico feliz se o blog com o que publica, provocar esse movimento de criação e busca de saúde. Porque sempre podemos falar de prevenção.  O surto pode ser evitado e a ajuda profissional pode sr acionada quando se perceber que a tarefa é além de suas forças.

A fonte da saúde e do acerto está em nós, a questão é que por muitas influências externas acabamos nos perdendo de nós mesmos, mas um dia soubemos o caminho e a psicoterapia é junto com o cliente retomar este caminho sabido para no fim seguir sozinho se auto regulando, ouvindo os seus próprios sinais. Você ouve os seus sinais?

Regina Bomfim

Comentários