Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

OS DESAFIOS DE CADA UM

Imagem
Se alguém encontra dificuldades em desafios já superados por nós, a tendência é acharmos que o outro é lento, ou melhor, usando os termos do mundo moderno, menos assertivo e resiliente.

 Esquecemos que ainda temos tantos outros desafios a serem vencidos que os que nos vêem de fora e já superaram os nossos desafios do momento, também nos acham lentos.

Isto acontece a toda hora dando margem a críticas, brigas e preconceitos, julgamentos severos vindo de todos os lados - tanto do outro para para nós quanto de nós para o outro.

A auto aceitação implica na aceitação do outro, mas quem disse que isso é fácil? Como fazer para desmontar a bomba do automatismo, do hábito?

Regina Bomfim
Psicóloga Clínica Contato: 21 98186-1952/ 99489-2311 e-mail: bomfimregina2@gmail.com http://facebook.com/psicologiaemfoco1

OUVINDO E VENDO AO REDOR: COM UM TOQUE DE ARTE

Imagem
"Estar na verdade é a única coisa que pode restaurar o que quer que seja."


(Diálogo novela "Sete Vidas")

A novela como um dos elementos de suas tramas, sempre possui um emaranhado de segredos e mentiras que se estendem à exaustão causando por consequência, muito sofrimento aos envolvidos. Sentimentos humanos, mas talvez seja útil a reflexão.
Sem querer aprofundar o significado que a novela tem para a sociedade brasileira, há uma grande quantidade de trabalhadores que conquistaram grande excelência na criação nos mínimos detalhes daqueles cenários: o autor, a cenografia, a direção de arte,os figurinos, a contra regra, os editores, a maquiagem e tudo mais.
O mais incrível, na minha opinião, é o trabalho de ator que no meio de toda aquela efervescência de todos os outros trabalhos acontecendo ao redor, é capaz de se inspirar provocando em nós emoção e nos fazer refletir. Novela com olhar crítico pode ser bem interessante. Nada contra.

Regina Bomfim
Psicóloga Clínica Contato:…

VIGIAR E PUNIR: EM TEMPOS DE PROCURA DO "SALVADOR" E DO "CULPADO"

Imagem
"(...) A individualização da responsabilidade esquece todo o sistema produtor de crimes e violências". ​Érika Reis​


Fugir da responsabilidade e culpar o outro - como disse Sartre, o inferno são os outros - Assim mantemos distância do inferno que ainda está em nós. Quem nunca? Cada um em algum momento, teve as suas razões para preferir tomar estes atalhos acreditando que agindo deste forma, a dor seria menor. Foi até uma solução que se mostrou eficaz por algum tempo. Quem nunca?
Me parece que tomar atalhos de soluções provisórias escolhendo culpados ou salvadores têm sido uma das fortes características dos nossos tempos. Parece que nossos desarranjos interiores estão disseminados no mundo.
Quanta confusão se vê, mas faz parte. São os "abalos sísmicos" da Vida, estruturas profundas dos valores antigos e modernos do mundo que estão sendo remexidas e procurando sua acomodação. Contudo, cabe a nós pensarmos (o mundo nos convoca a ações sempre tão rápidas) que tipo de mun…

SER DIFERENTE NÃO É NORMAL NO MERCADO DE TRABALHO

Imagem
Gestão inclusiva de deficientes ainda é um desafio para o país. contratações são feitas apenas para cumprir a lei de Cotas
Fonte: Boa Chance
A qualidade no processo de inclusão de pessoas com deficiência é baixa no Brasil porque muitas empresas consideram essa contratação como um custo e não como um investimento. foi o que mostrou um pesquisa em 2014 da consultoria i.Social, que revelou: 82% dos 2.949 recrutadores de RH entrevistados contratam pessoas com necessidades especiais apenas para cumprir a Lei de Cotas, que obriga companhias com 100 ou mais funcionários a preencher de 2% a 5% dos cargos com deficientes físicos, sensoriais e intelectuais. O levantamento faz uma comparação entre as percepções dos especialistas da área de RH e dos profissionais com deficiência em atividade no Brasil sobre o mercado de trabalho. Algumas opiniões conflitantes foram observadas, uma delas diz respeito às barreiras inerentes ao processo de inclusão.

ARREPENDIMENTO E REMORSO: QUANDO O ERRO PODE ENSINAR OU SE TORNAR UMA AUTO-CONDENAÇÃO SEM FIM

Imagem
(...) O remorso é, pois uma flor belíssima de muitos e pontiagudos espinhos. É preciso estudá-lo, tratá-lo com serenidade, equilíbrio e humildade (...).

Hermínio C. Miranda


O FILHO ARTISTA

Imagem
Rafael Montes Fonte: O Globo
Nasci no Méier em família classe média. Meu pai - o mais velho de seis irmãos - vendia linha telefônica para pagar a faculdade de engenharia. Minha mãe fez Biologia por exigência dos pais e, como sempre odiou a profissão, vendia roupas para estudar Direito, seu sonho. Aos doze, contei aos meus pais que queria ser escritor. Eles encararam a novidade com humor, sem dar muita importância. Eu era o menino prodígio, filho único e bom aluno; sem dúvida, seria um grande médico ou advogado - que importava se eu escrevesse meus textinhos também?

AMOR À DISTÂNCIA

Imagem
Martha Medeiros 
Homens e mulheres têm se deslocado cada vez mais, seja a trabalho, estudo ou aventura. Mesmo quando enfurnados em casa, não param de se comunicar com nativos de outras cidades e de outros países através das redes sociais. Logo, é natural o incremento de parcerias amorosas entre pessoas que residem a quilômetros umas das outras. O par protagonista do filme "Ponte aérea", que acaba de estrear, é só mais um entre tantos. Ela, interpretada por Letícia Colin, mora em São Paulo, e ele vivido por Caio Blat, no Rio. Considerando o tamanho do planeta, praticamente vivem a uma esquina de distância. 

ZÉ FEINHO

Imagem
Homenagem ao comediante Jorge Loredo (1925-2015)

Um texto simplesmente delicioso refletindo com muito humor e inteligência sobre a fealdade, o ser feio!!

Joaquim Ferreira dos Santos

Quando perguntaram a Jessica Rabbit, dentro do vestido vermelho que lhe atochava a alma e evidenciava as curvas, o que ela fazia, gostosa daquele jeito, com um sujeito lamentavelmente feio como o coelho Roger Rabbit, a bela foi sincera:
"É que ele me faz rir."