JANEIRO BRANCO: MÊS DA SAÚDE MENTAL, SAÚDE MENTAL SEMPRE

Recebi este GIF via Whatsapp, espero que funcione na sua mídia
Falar de saúde mental é compreender que esta é, sem medo de ser audaciosa em minha posição, o território, o recurso natural, a tecnologia mais valiosa da existência que cabe ao ser humano explorar. Como ainda somos estrangeiros dentro de nós mesmos, apesar dos  importantes avanços que somos capazes de criar. 

As perspectivas de crescimento dos transtornos mentais e seus inegáveis danos à saúde e à produtividade por cada vez mais incapacitarem ao trabalho e ao desfrutar da vida, torna-se cada vez mais algo que não mais pode ser ignorado, daí a iniciativa de transformar o mês de Janeiro no mês da Saúde Mental -  JANEIRO BRANCO.

Em muitas ocasiões o PSICOLOGIA EM FOCO falou sobre o quanto se tornou insustentável manter a separação corpo e alma - O penso, logo existo de Descartes, somado a todos os pensadores que forjaram a estrutura e o funcionamento do Ocidente, tem se mostrado ineficaz ao longo dos anos para dar conta da comp…



Meu amigo Max publicou um texto no Facebook que vem de encontro a tudo que tenho sentido nestes últimos tempos. Não sei se há um autor, creio ser de autoria deste meu sensível amigo, pois ele é capaz deste olhar ao mesmo tempo poético e preciso, pelo seu modo sempre lúcido, ao mesmo tempo obstinado e doce. 

Ao copiar o referido texto, faço uma homenagem a ele, por nossos olhares e nossas almas terem se encontrado um dia e nos tornarmos amigos.

Este blog é e sempre será essa mistura de textos autorais e textos que me emocionam, neste contínuo ato de ser sujeito e objeto frente a tudo que me toca a alma e isso busco sempre compartilhar como quem apenas se mostra sem a pretensão de exemplificar coisa alguma, quero sim, é me mostrar marcada pelo que sei e pelo que muito ainda ignoro, mas jogando flores no ar... Quem quiser pegar....


O Filósofo sabe que Rosa é apenas o nome da flor,
Que uma flor não é apenas uma flor, 
Quando a terra treme 
A calma prevalece
Quando os raios assombram
É hora de calar
Conhece a Rosa ela logo murcha.
Vê antes de florir,
Com calma antes de sorrir
Ante as catástrofes naturais
Harmoniza-se aos abalos naturais,
Passado. Ufa! O mau tempo...
Canta seu mantra Rosa que ecoa no universo
E quem com lágrimas contempla os destroços
Ouve novos versos do amanhecer.
Quem sabe desbloqueiem o caminho em paz.

Comentários