Psicologia e Ciência: outras perspectivas




" COMO A PSICOLOGIA É UMA CIÊNCIA DAS VIVÊNCIAS, OU DE FATOS, não pode chegar a alcançar a essência pura conforme é proposta pela Fenomenologia, mas procura nela encontrar os fundamentos para sua para a sua investigação científica. Tal investigação não parte apenas da objetividade ou da subjetividade, mas do entrelaçamento de ambas.Ela procura penetrar na própria vivência da pessoa que pretende conhecer, procurando captar o seu modo de existir, o seu ser-no-mundo, como transcendência. A análise do ser-no-mundo da pessoa nos mostra a cada momento, as características do seu existir. Entre estas é de considerável importância a sua maneira de vivenciar o espaço e o tempo. Existe um espaço físico, objetivo caracterizado por seus elementos materiais assim como um tempo delimitado por horas por um passado, presente e um futuro. Mas o importante para a compreensão do ser humano é captar a sua espacialidade e a sua temporalidade ou o modo como vivencia o seu espaço e o seu tempo. A existência humana flui numa oscilação ascendente ou descendente de acordo com o seu humor. Assim, existo de modo amplo, claro, cheio de possibilidades e abertura para o futuro quando estou feliz, alegre: sinto-me nas nuvens. Mas existo de modo restrito, escuro com poucas possibilidades e um estreitamento do futuro quando estou infeliz, triste; - sinto-me pesado, na fossa."

Binswanger

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SOBRE A AMBIÇÃO DO AVANÇAR DO TEMPO E SUAS RESPOSTAS: UM TOQUE DE ARTE

CRIADOR E CRIATURA

DOE VIDA: DETALHES A QUEM SE INTERESSAR